Imagem da lateral da busca
Limpa os float da busca
Facebook >

Novas revelações reforçam que o assassino e liga ao Cristianismo


Apenas no fim da tarde de ontem foi liberada para a imprensa o segundo trecho da carta de suicídio de Wellington Menezes de Oliveira, que matou 12 crianças em uma escola em Realengo na Zona Oeste do Rio de Janeiro e depois se matou. Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Em pronunciamento oficial o porta-voz da Polícia Militar, Tenente Coronel Ibis Pereira, e o Comandante da 14º BPM, Coronel Djalma Beltrame, consideraram que o primeiro trecho da carta possui teor fundamentalista islâmico, já no segundo trecho eles revelam que o atirador se mostra preocupado com a defesa de animais e respeito aos pais mortos. Na carta, Wellington pediu uma “visita de um fiel seguidor de Deus em minha sepultura pelo menos uma vez, preciso que ele ore diante de minha sepultura pedindo o perdão de Deus pelo o que eu fiz rogando para que na sua vinda Jesus me desperte do sono da morte para a vida eterna”. Ainda haveria um outro trecho não divulgado pela Polícia, onde o assassino teria afirmado ter HIV e dado outras instruções sobre os procedimentos após sua morte, mas não há confirmação da existência.

1 comentários:

jesus e salvação disse...

eu o fim dos tenpos.

Postar um comentário